Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Domingo, dia 27 de Março - portalriomaina@live.com

Política

Vereadores, prefeito e técnicos da SPU discutem nova sede do Legislativo

Vereadores, prefeito e técnicos da SPU discutem nova sede do Legislativo

A nova sede do Legislativo de Criciúma esteve em pauta na manhã desta terça-feira (28/3). O assunto foi discutido entre vereadores, prefeito, e técnicos da Superintendência Patrimônio da União (SPU), na sala de atos, na Prefeitura. Intenção é de que o novo prédio da Casa do Povo seja oficializado no espaço onde funcionava o Ministério Público do Trabalho, no Parque Centenário. Para isso, o espaço seria reformado e ampliado para abrigar as instalações da Câmara. Reunião entre vereadores e técnicos da SPU também já ocorreu em Florianópolis, assim como outros encontros com o Chefe do Poder Executivo, para tratar do assunto.

Carlos José Bauer, superintendente da Superintendência Patrimônio da União (SPU) do Estado, salientou que essa disponibilização tem que oficializada, pelo ocupante, à SPU, para que, assim que disponível, a Superintendência possa ver as condições do imóvel para a sua destinação ao Município. Conforme ele, evidentemente há um interesse do Município quanto da SPU. “A Câmara de Criciúma merece um espaço maior. Para a SPU há um interesse que esse imóvel seja bem utilizado”, disse Bauer, acrescentando que a partir do momento que terá o imóvel desocupado vai iniciar as tratativas para que se proceda essa parceria fazendo cessão gratuita ao Município para o uso da Câmara de Vereadores.

O presidente Julio Colombo (PSB) enfatizou que o espaço utilizado hoje não representa a grandeza do povo de Criciúma e merece um Legislativo à altura. “O espaço não tem acessibilidade e, realmente, não representa a grandeza do povo de Criciúma. Em conversa com o prefeito achamos que será um local apropriado em função também da acessibilidade”, disse Colombo, ressaltando ainda que o mais importante é que o custo da obra será muito inferior ao projeto original.

Segundo o prefeito, a proximidade dos poderes legislativo, judiciário e executivo facilita a mobilidade e atribui mais um patrimônio ao município. “A Câmara precisa de um ambiente apropriado. Isso é uma necessidade”, destacou o prefeito.

Uma Comissão formada pelos vereadores Pastor Jair Alexandre (PSC), Miri Dagostim (PP), Aldinei Potelecki (PRB), Tita Beloli (MDB), Allison Pires (PSDB), e Zairo Casagrande (PSD), já foi formada e todos estão se reunindo constantemente. A nova sede, além de facilitar o trabalho dos vereadores, representa verdadeiramente a Casa do Povo. Trata- se de medida que atenderá inclusive as necessidades da população em geral, que terá maior comodidade para acompanhar sessões plenárias ou em visitas rotineiras.

Também estiveram na reunião de hoje os vereadores Ademir Honorato (MDB), Toninho da Imbralit (MDB), e Paulo Ferrarezi (MDB).
 

Texto: Daniela Savi - JP 01970/SC

GALERIA DE FOTOS