Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Friday, 01 de December de 2017 - portalriomaina@live.com

Geral

Unesc recebe mais um reconhecimento de qualidade do MEC

Unesc recebe mais um reconhecimento de qualidade do MEC

A Unesc teve a sua qualidade reconhecida mais uma vez. Segundo o IGC (Índice Geral de Cursos) 2016 – publicado em novembro de 2017 – ela é a segunda melhor Instituição entre as Universidades Comunitárias de Santa Catarina. O IGC é um indicador de qualidade que avalia as IES (Instituições de Ensino Superior) de todo o Brasil. Os dados são levantados anualmente e consolidados pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), que é uma autarquia vinculada ao MEC (Ministério da Educação) e levam em consideração aspectos como nota do CPC (Conceito Preliminar de Curso) e conceitos dos mestrados e doutorados.

A pró-reitora de Ensino de Graduação da Unesc, Indianara Becker, analisa que o resultado do IGC é fruto do compromisso da Universidade com a excelência acadêmica e com a missão institucional. “O Índice reflete questões relacionadas à qualidade do corpo docente, do ensino, da pesquisa e pós-graduação, da infraestrutura de apoio e do valor agregado na formação dos nossos acadêmicos. É sem dúvidas um indicador importante para reflexão e definição de ações institucionais”.

Como é formado o IGC


O Índice Geral de Cursos publicado neste mês foi calculado a partir dos seguintes elementos:


Nota do CPC (Conceito Preliminar de Curso) dos cursos de graduação avaliados no triênio 2014-2015-2016;
Número de matrículas nos cursos de graduação (estudantes cursando ou formandos no ano de referência do CPC);
Conceitos dos cursos de mestrado e doutorado atribuídos pela Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) na avaliação, com resultados válidos em 31 de dezembro de 2016;
Número de matrículas nos cursos de mestrado e doutorado (estudantes matriculados e titulados em 2016), conforme base de dados encaminhada pela Capes ao Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira).

Texto: Setor de Comunicação Integrada - Unesc