Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Saturday, 25 de November de 2017 - portalriomaina@live.com

Política

Salvaro assina ordem de serviço para reforma do antigo prédio do INSS

Salvaro assina ordem de serviço para reforma do antigo prédio do INSS

O prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, assinou na manhã desta sexta-feira (24), a ordem de serviço que autoriza o início das obras de reforma do antigo prédio do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), situado na rua João Pessoa, nº 157, no Centro. O edifício foi cedido gratuitamente pela União ao Governo de Criciúma, pelo prazo de 20 anos, prorrogáveis pelo mesmo período. As melhorias serão realizadas até o valor de R$ 180 mil.

As obras serão executadas pela empresa Construtora Locks Ltda., como medida compensatória à autorização do Condomínio do Arvoredo, composto por unidades autônomas a ser executadas pela empresa, conforme previsto na Lei do Parcelamento do Solo Urbano do Município. “Não será feito todas as obras que o prédio precisa, apenas as mais essenciais para acomodar bem os munícipes. O edifício vai ser uma espécie de Subprefeitura, onde vários serviços públicos estarão concentrados”, explica Salvaro.

Segundo a secretária municipal de Infraestrutura, Planejamento e Mobilidade Urbana, Kátia Smielevski, a estrutura tem 1.176 metros quadrados e possui três pavimentos. “As obras vão iniciar na terça-feira (28). Primeiro vamos substituir a cobertura, que está totalmente debilitada. Depois vamos fazer a parte hidráulica, que possui vazamentos. Por fim, vamos reformar a calçada e a fachada do prédio para melhorar a estética do local”, relata.

Também participaram da cerimônia o vice-prefeito de Criciúma, Ricardo Fabris, o diretor da Construtora Locks, José Carlos de Souza, a deputada federal Geovânia de Sá, o deputado estadual Dóia Guglielmi, vereadores, secretários da Administração Municipal, lojistas, entre outras autoridades.

Reunião com vereadores e líderes comunitários

Salvaro e Fabris também se reuniram na manhã desta sexta-feira com vereadores e presidentes de Associações de Moradores. O encontro serviu para discutir a finalidade dos terrenos baldios de Criciúma, que são de posse do Município de Criciúma, devido as empresas não terem pago o Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISS).

“O setor de Patrimônio da Prefeitura de Criciúma fez um levantamento completo de todas as propriedades da Administração Municipal. São 32 terrenos cedidos pelas empresas em forma de pagamento das dívidas. Como a Administração Municipal não dá conta de cuidar de tudo, não é viável mantê-los, por isso, a ideia é fazer a venda dos lotes que a comunidade não utiliza e investir toda a verba na própria comunidade”, comenta Salvaro.

Texto: Émerson Justo
Fotos: Émerson Justo

GALERIA DE FOTOS