Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Friday, 23 de February de 2018 - portalriomaina@live.com

Economia

Prefeito Clésio Salvaro recebe empresários do Loteamento Industrial do Rio Maina

Prefeito Clésio Salvaro recebe empresários do Loteamento Industrial do Rio Maina

O prefeito Clésio Salvaro recebeu nesta quinta-feira (22), na sede da Prefeitura de Criciúma, representantes do Loteamento Industrial do distrito do Rio Maina. O objetivo da reunião foi consultar os empresários, sobre a possível venda de um terreno na região para utilização dos recursos na pavimentação de quatro ruas no loteamento.

A proposta da Administração Municipal é vender, por meio de leilão e de acordo com Lei Municipal 6.847/17, uma área de utilidade pública medindo 14,600m². O valor arrecadado com a venda será aplicado na pavimentação das ruas: Zulma Moraes de Oliveira, Norbal João da Rocha, Rosa Guidarini Colombo (antiga rua 1500) e rua 1497.

“É uma reivindicação antiga. Com recursos próprios, a Administração Municipal, não estava conseguindo atender. Se ocorrer a venda, é um investimento que voltará para a própria região, beneficiando a todos”, conta a secretária de Infraestrutura, Planejamento e Mobilidade Urbana, Katia Smielevski.

Os representantes do Loteamento Industrial, presentes na reunião, aderiram à ideia e aprovaram a proposta, que agora deve ser encaminhada para audiência pública. De acordo com o prefeito Clésio Salvaro, a iniciativa pode até ajudar no desenvolvimento da região. “Quem for comprar a área deverá permanecer no local, auxiliando na economia e no crescimento de nossa cidade. Será um incentivo para que novas indústrias venham e invistam em nossa região”, ressalta o prefeito.

Comunidades também são chamadas

Os moradores dos bairros Laranjinha, onde envolve o Loteamento Ipê, o Loteamento Costa do Ipê, o Loteamento Vila Verde e na grande Rio Maina no Loteamento Gentile, também aderiram a intenção de venda de algumas áreas em suas localidade. "Vamos ampliar a discussão com os moradores e realizar uma audiência pública. A comunidade definirá onde aplicar os recursos. A sugestão do executivo é no sentido de pavimentar as ruas dos respectivos loteamentos. Para comunidade é vantagem, pois geralmente os valores da venda dos terrenos cobrem apenas 50% de uma pavimentação, o restante será bancado pela prefeitura", finaliza Kátia.

Texto: Vivian Sipriano

GALERIA DE FOTOS