Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Saturday, 25 de November de 2017 - portalriomaina@live.com

Política

Deputado Tebaldi retorna à Câmara e defende o fim do foro privilegiado

Deputado Tebaldi retorna à Câmara e defende o fim do foro privilegiado

Nesta semana, após um período de recuperação por problemas de saúde, o deputado federal Marco Tebaldi retornou às suas funções parlamentares na Câmara dos Deputados em Brasília.

Tebaldi encarou uma semana de intensas votações, como as Medidas Provisórias relacionadas à mineração e apreciação de vetos junto com colegas deputados e senadores no Congresso Nacional. Além das atividades no Plenário, o deputado retomou sua rotina de recepção de prefeitos, vices, vereadores e secretários municipais em seu gabinete. Representantes de municípios como Jaraguá do Sul, Navegantes, Macieira, Porto União, Descanso, Ituporanga, entre outras muitas cidades, visitaram Tebaldi em seu gabinete para prestigiá-lo e também para apresentar demandas e projetos.

“Voltei com tudo e já participei de votações importantes para o país. O contato com os prefeitos, vices e vereadores é sempre bom para acompanhar a realidade de nosso estado e buscar soluções para seus problemas”, afirmou Tebaldi.

Uma grata visita nesta semana foi de Adriano Carlos Ribeiro, assessor da Federação dos Hospitais de Santa Catarina, que anunciou o pagamento de R$ 25 milhões para a secretaria de Saúde do estado de Santa Catarina. A conquista desse valor veio de uma árdua batalha de Tebaldi e seus companheiros da bancada federal catarinense. O dinheiro pago será distribuído aos hospitais catarinenses, que atravessam dificuldades financeiras sem precedentes.

Tebaldi viu com bons olhos a aprovação na CCJ, nessa quarta-feira, da PEC que acaba com o foro privilegiado. A proposta seguirá para uma comissão especial e depois para o Plenário. Em sua página no Facebook, o deputado divulgou um vídeo onde defende o fim do privilégio dado às autoridades:

“Quero me posicionar sobre um assunto que foi bem discutido nessa semana. Sou totalmente a favor do fim do foro privilegiado. É um recurso que só favorece os grandes, os ‘Renans’. Defendo que todos, desde os deputados até o presidente, façam suas defesas sem esse privilégio”, defendeu Tebaldi. 

Texto: Jorn. Benhur Antonio Cruz de Lima (DRT/RS 6556)